Arquivo - Categoria: Educação

Melhor da América Latina, Unicamp deve fechar ano com dívida de R$225 milhões

A classificação recente da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) como a melhor da América Latina no ranking THE (Times Higher Education) não trouxe um respiro aliviado para a instituição. A Unicamp deve fechar 2017 com um déficit de R$225 milhões –isso considerando só os gastos com salários de docentes e de funcionários. A informação é da(…)

Laboratório de Luz Síncrotron fará treinamento de cientistas para novo acelerador

Quem pretende fazer pesquisa usando o novo acelerador de luz síncroton que está sendo construído em Campinas, interior de São Paulo, poderá fazer uma espécie de treinamento em julho no CNPEM (Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais). A chamada “escola de síncrotron” vai abordar desde conceitos básicos da produção e das propriedades da(…)

FGV-SP tem dois alunos africanos refugiados em nova turma de admistração pública

Dois estudantes africanos –ambos refugiados– começam, nesta quinta-feira (16),  o curso de administração pública na FGV-SP. É a primeira vez que a escola recebe estudantes com esse perfil. Jefte Makengo Vicente, 20, da Angola, e Charles Mbole Tepuh, 26, de Camarões, chegaram ao Brasil há cerca de um ano. Ficaram sabendo do processo seletivo para estrangeiros da(…)

Base nacional curricular exige laboratório de ciências que as escolas não têm

Apenas uma em cada dez escolas públicas que oferecem ensino fundamental no Brasil tem um ingrediente importante para colocar em prática algumas das recomendações da base nacional curricular em discussão no país: os laboratórios de ciência. De acordo com dados do Censo Escolar 2015, apenas 9% das escolas públicas de ensino fundamental (1º ao 9º(…)

Arábia Saudita, Irã e Turquia estão entre os países que mais mandam estudantes para os EUA

Pelo menos três países de maioria islâmica estão na lista dos que mais mandam estudantes para as universidades dos Estados Unidos: a Arábia Saudita, o Irã e a Turquia. De acordo com um relatório que curiosamente se chama “Open doors” (“Portas abertas”), do Instituto de Educação Internacional dos EUA, quase 10% dos estudantes estrangeiros matriculados(…)